sábado, 30 de julho de 2011

Electric Light Orchestra (E.L.O)

Olá,queridos. Tudo bem?. Espero que sim. E mais uma vez chegando por aqui,para mais um post pra vocês. E hoje vamos falar sobre uma grandiosa banda dos anos 70 e 80 e que fez parte da trilha sonora da minha infância (acreditem).

Vamos conferir a trajetória de sucesso da banda Electric Light Orchestra.

Electric Light Orchestra (ELO) foi uma banda de rock britânica dos anos 70 e 80.
Depois de várias mudanças na formação,o grupo alcançou sucesso no final dos anos 70 com ajuda da música disco. Com o fim da ELO em 1986,seu líder Jeff Lynne autorizou que uma versão da banda com ex-integrantes fosse formada em 1990. O grupo foi chamado Electric Light Orchestra Part Two,lançando dois álbuns de pouca repercussão durante os anos 90.


Jeff Lynne reformulou a banda e retornou com o Electric Light Orchestra em 2001.
Apesar de singles de sucesso no início,no Reino Unido,a banda foi inicialmente mais bem-sucedido nos Estados Unidos,anunciado como "Os caras ingleses com os violinos grandes". Eles logo ganharam status de cult depois apesar das críticas mornas de volta em seu país natal no Reino Unido.
Em meados da década de 1970,eles haviam se tornado uma das maiores bandas de venda no mundo. De 1972 a 1986,a ELO acumulou 27 Top 40 singles de sucesso no Reino Unido e nos Estados Unidos. O grupo também detém o recorde de ter mais Billboard Hot 100 Top 40 hits do que qualquer outra banda na história dos Estados Unidos,sem nunca ter um único single número 1.
ELO obteve 19 prêmios da CRIA,21 da RIAA e 38 da BPI,e vendeu mais de 100 milhões de álbuns no mundo inteiro durante o período ativo.
No final dos anos 60,Roy Wood,guitarrista,vocalista e compositor do The Move,teve a ideia de formar uma nova banda que iria usar violinos,violoncelos,contrabaixos, metais e madeiras para dar a sua música um clássico som,tendo a música rock em sentido "que os Beatles tinham deixado". Jeff Lynne,líder do grupo de Birmingham The Idle Race,estava animado com o conceito.
Em janeiro de 1970,quando Carl Wayne deixou The Move,Jeff Lynne aceitou convite de Roy Wood segundo para entrar na banda sob a condição de que eles concentrariam a sua energia no novo projeto.
Em 12 de Julho de 1970,quando Wood acrescentou violoncelos múltiplos para uma canção escrita por Lynne se iniciou o novo conceito "10538 Overture" se tornou a primeira música da Electric Light Orchestra. Para ajudar a financiar a banda novata,mais dois álbuns foram lançados da The Move durante as gravações ELO.
O álbum de estréia resultante The Electric Light Orchestra foi lançado em 1971. (Foi lançado nos Estados Unidos em 1972 como "No Answer,sendo o nome escolhido por um secretário da gravadora que tentou ligar para a empresa britânica e obter o nome do álbum,já que eles foram incapazes de manter contato,ele deixou um bilhete dizendo: "Sem resposta" e é assim que o álbum se tornou nomeado os EUA). 10538 Overture se tornou um hit top-ten no Reino Unido. Jeff Lynne,Roy Wood, e Bev Bevan foram os membros iniciais da Electric Light Orchestra. Eles se juntaram em 1971 com Bill Hunt (teclados) e Steve Woolam (violino).
O primeiro concerto de ELO teve lugar em 15 de abril de 1972 no The & Hound's Pub Fox em Croydon,Reino Unido com um line-up de Roy Wood,Jeff Lynne,Bev Bevan,Bill Hunt (teclados),Wilfred Gibson (violino),Hugh McDowell (violoncello),Mike Edwards,Andy Craig (violoncelo) e Richard Tandy no baixo.
No entanto,logo surgiram tensões entre Wood e Lynne,devido a problemas com a gerência. Entre as gravações para o segundo LP da banda,Wood deixou a banda,levando os violoncelistas McDowell e Hunt com ele para formar a banda Wizzard. Apesar das previsões da imprensa da música que a banda iria dobrar sem Wood,que tinha sido a força matriz por trás da criação da ELO,Lynne intensificou a liderar a banda.
A banda lançou seu segundo álbum,ELO 2 em 1973,que produziu seu primeiro single gráfico nos EUA com uma versão extremamente elaborada do clássico de Chuck Berry "Roll Over Beethoven". 
Durante a gravação do terceiro álbum,Gibson foi demitido depois de um disputa por dinheiro e Walker deixou a turnê por ter ficado longe de sua família por muito tempo. Mik Kaminski ingressou como violinista,mantendo-se o violoncelista Edwards e McDowell,que voltou para o ELO. O álbum lançado chamado On The Third Day,foi lançado no final de 1973 com a versão americana com o sucesso Showdown,juntamente com uma fotografia incomum,tirada pelo famoso fotógrafo Richard Avedon,que tinha os integrantes expondo seus umbigos.

Para o quarto álbum Eldorado: A Symphony By The Electric Light Orchestra,um álbum conceitual sobre um sonhador,Lynne contratou uma orquestra de boa qualidade e um coro. Louis Clark se juntou à banda como arranjador de cordas. O primeiro single do álbum,Can't Get It Out of My Head,tornou-se a primeira música do grupo a atingir o Top 10 da revista americana Billboard e Eldorado (assim simplesmente chamado) tornou-se o primeiro disco de ouro do grupo.
Após o lançamento de Eldorado,o baixista e vocalista Kelly Groucutt e o violoncelista Melvyn Gale se juntaram ao grupo. A partir daí a banda começou a tocar um som mais acessível. ELO tornou-se sucesso nos Estados Unidos neste momento e o grupo foi a atração realizando grandes shows em estádios e nas arenas do circuito,assim como regularmente aparecendo em The Midnight Special (1973,1975,1976 e 1977) mais do que qualquer outra banda na história,com quatro participações.
Face The Music foi lançado em 1975,produzindo os hits Evil Woman e Strange Magic. A abertura instrumental de Fire On High,com sua mistura de cordas e violões acústicos em chamas,serviu como música de fundo na série CBS Sports Spectacular,embora a maioria dos espectadores não tivesse ideia da origem da música. O grupo fez vários shows de 3 de fevereiro até 13 de abril de 1976 promovendo o álbum nos EUA,tocando 68 shows em 76 dias. Foi na turnê americana da ELO que estreou o uso de lasers coloridos.
Apesar do reconhecimento e do sucesso que gozavam nos Estados Unidos,ainda eram ignorados no Reino Unido,até que seu sexto álbum,A New World Record,atingiu o Top 10 em 1976. Ela continha os hits Livin 'Thing,Telephone Line,Rockaria! e Do Ya,uma regravação de uma música da The Move. A banda fez uma turnê de apoio nos EUA,de outubro de 1976 a abril 1977,com uma pausa em dezembro. Em seguida,uma aparição no American Music Award,em 31 de Janeiro de 1977,além de um show em um largo de San Diego em agosto de 1977.
A New World Record foi seguido por um álbum de venda multi-platina,o duplo LP Out of the Blue,em 1977. Out of the Blue apresentava os singles Turn To Stone,Sweet Talkin' Woman,Mr. Blue Sky e Wild West Hero,cada um se tornando um hit no Reino Unido. A banda então partiu em um mês,com um conjunto enorme e uma enorme nave espacial no palco com máquinas de nevoeiro e um laser de exibição. Nos Estados Unidos,os shows eram tarifados como "The Big Night" e foram suas maiores turnês até hoje,chegando a colocar 80.000 pessoas no Cleveland Stadium. The Big Night passou a se tornar a maior bilheteria de concerto ao vivo da história da música até aquele ponto. Durante a turnê,a banda também tocou na Wembley Arena por 8 noites seguidas com casa lotada,estabelecendo assim,mais um recorde na época. O primeiro desses shows foi gravado e televisionado e,mais tarde,lançado como um CD e DVD.
Em 1979 foi lançado o álbum multi-platina Discovery. Embora o maior hit do álbum (e de maior sucesso global do ELO) tenha sido o rock Don't Bring Me Down,o álbum foi notado por sua pesada influência disco. Discovery também produziu os hits Shine A Little Love,Last Train To London,Confusion e The Diary Of Horace Wimp.
O Electric Light Orchestra encerrou o ano de 1979 com a maior venda no Reino Unido. ELO tinha atingido o auge de sua fama,vendendo milhões de álbuns e singles.

Em 1980,Jeff Lynne foi convidado a escrever para a trilha sonora do filme musical Xanadu,com a outra metade escrita por John Farrar e executada pela estrela do filme,Olivia Newton-John. O filme foi fraco em desempenho nas bilheterias,mas a trilha sonora foi excepcionalmente bem,acabou indo para platina dupla. O álbum gerou dois singles de Newton-John (Magic,# 1 nos Estados Unidos e Suddenly,com Cliff Richard) e ELO (I'm Alive,que ganhou disco de ouro,All Over The World e Don't Walk Away). A faixa-título foi realizada por ambos : Newton-John e ELO chamada Xanadu. 
Em 1981,o som do ELO mudou novamente com a ficção científica do álbum Time,uma volta do grupo ao rock mais progressivo de álbuns como Eldorado. Com a seção de cordas eliminada,sintetizadores tiveram um papel preponderante,como foi a evolução da cena musical na maior parte do tempo. Time liderou as paradas britânicas por duas semanas e foi o último álbum de estúdio do ELO a ser disco de platina nos Estados Unidos e no Reino Unido. O álbum incluía os singles Hold On Tight, Twilight,The Way Life's Meant To Be,Here Is The News e Ticket To The Moon. A banda embarcou em sua última turnê para promover o LP. Foi a primeira turnê do ELO sem violoncelistas,embora Mik Kaminski tenha voltado a tocar com seu famoso violino azul. Na turnê,Dave Morgan (guitarra,sintetizadores,vocais) estreou,tocando as peças na sequência de sintetizadores,e Fred,the Robot,um robô fabricado especialmente para a ELO,que expressava as canções Prologue e Epilogue e ficava brincando no palco.
Jeff Lynne queria seguir Time como um álbum duplo. A CBS bloqueou seu plano,alegando que seria muito caro. O novo álbum foi editado de álbum duplo em um único disco e lançado como Secret Messages,em 1983. O álbum foi um sucesso instantâneo no Reino Unido,alcançando o top 5.
O lançamento do álbum foi seguido por uma sequência de más notícias,de que não haveria nenhuma turnê para promover o LP,porque o baterista Bev Bevan iria tocar bateria com o Black Sabbath e que o baixista Kelly Groucutt tinha deixado a banda. Rumores de fãs sobre a dissolução do grupo foram publicamente negados por Bevan. Embora Secret Messages tenha estreado no número quatro no Reino Unido,foi caindo nas paradas com a falta de singles no Reino Unido (apesar de Rock And Roll Is King ter sido um sucesso considerável. A última performance do ELO ocorreu em 13 de julho de 1986,em Stuttgart,na Alemanha.
O ELO,essencialmente,se desfez após o show final em Stuttgart,em 1986,mas não houve um anúncio formal de Lynne por dois anos,durante os quais produziu o álbum Cloud Nine,de George Harrison,integrou a banda Traveling Wilburys juntamente com Roy Orbison,George Harrison,Bob Dylan e Tom Petty. Bevan tentou convencer Lynne a fazer outro álbum do ELO em 1988. Lynne não estava interessado e passou a anunciar que ELO não existiria mais.
Jeff Lynne lançou em 2000,um box retrospectivo do ELO,Flashback,contendo três CDs de faixas remasterizadas e obras inacabadas.

                                                                                                     Fonte : Wikipedia

Vamos relembrar os sucessos dessa super banda. Começando com Last Train To London,do álbum Discovery,de 1979.



Confira esse clássico.




Essa é Twilight,do álbum Time (meu álbum favorito do E.L.O.),de 1981.




Confira esse maravilhoso som.




Essa é Don't Bring Me Down,do álbum Discovery,de 1979.





Confira mais esse som.




Essa é Livin' Thing.





Bora conferir.




Essa é Hold On Tight,do álbum Time,de 1981.



Confira esse som,que eu particularmente adoro.




Essa é Roll Over Beethoven.





Relembre mais essa.




Essa é Yours Truly,2095,do álbum Time,de 1981. Infelizmente,essa canção não tem vídeo,o que é uma pena,mas vale muito a pena ouvir.




Essa é Telephone Line,de 1976.




Vamos lá.




Essa é Rock 'n' Roll Is King.





Aumente o volume,porque vale a pena.




Essa é a linda 21st Century Man,do álbum Time,de 1981.




Essa não tem vídeo,mas só de ouvi-la já vale a pena.




Essa é The Way Life's Meant To Be,também do álbum Time,de 1981.





Confira essa canção maravilhosa.




Essa é Midnight Blue,do álbum Discovery,de 1979. Confira e relembre.





Agora,Mr. Blue Sky.




Essa é Here Is The News,do álbum Time.





Outra excelente desse álbum. Confira.




Essa é Julie Don't Live Here,também do álbum Time (bônus). Confira.




Essa é Rain Is Falling,mais uma do álbum Time.





Outra que adoro. Confira.




Essa é Ticket To The Moon,de 1981.





Confira.




Essa é Evil Woman,de 1976.





Vamos lá.




Vamos finalizar com mais uma de 1981 : The Lights Go Down. Aumente o volume.




E assim terminamos esse post sobre o E.L.O. E quando eu disse que essa banda fez parte da trilha sonora da minha infância,eu não estava mentindo. Passei minha infância INTEIRA ouvindo o álbum Time,em fita cassete. 

Tenho um carinho especial por esse álbum e por essa banda,por isso resolvi fazer um post sobre eles. Espero que tenham gostado,apesar de sair totalmente da linha Dance Music. Nos encontramos no próximo post. Até lá,pessoal !!!.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Stanley Foort - Find You Anyway (1995)

Olá meus queridos. Como estão?. Espero que bem. Chegando para mais um post pra vocês. Vamos lá.

Escolhi para este post,um single que adoro : Find You Anyway,do Stanley Foort. O single foi produzido por Arn Schlürmann e Frank Ramond,escrito por Frank e Stanley e lançado em 1995.

Aqui,um pouquinho sobre Stanley :

Stanley Foort nasceu em 7 de Fevereiro de 1968,em Maiorca. Ele começou como DJ muito jovem. Ele também se tornou um dançarino talentoso. Ele marcou um recorde de dançar durante 102 horas,entrando no Guinness Book holandês.



                                                                                                Fonte : Discogs

Antes de conferirmos esse som,aqui vai a tradução da música (meio incompleta) :

Você poderia estar indo em uma viagem da nação
Você pode ir navegando em um navio pirata
Você poderia estar há um milhão de quilômetros de distância
Pode fazer uma viagem para a zona do crepúsculo
Mas você nunca vai estar sozinha
Eu vou estar à procura de você noite e dia
E eu vou encontrá-la de qualquer maneira


Você poderia estar indo em uma viagem da nação...


Você pode praticar mergulho no Brasil

Você poderia ir esquiar em uma...colina
Você pode até estar dançando na lua
Você poderia estar voando a uma estrela distante
Não importa onde você vá,até que ponto? 

Você não sabe que eu vou chegar lá em breve
E eu vou encontrá-la de qualquer maneira


E eu vou encontrá-la

E eu vou encontrá-la
Eu vou ser o único que está sempre atrás de você

Não importa aonde você está

E não importa onde você vá
Eu vou estar depois de você


Porque garota,você e eu amo
Você pertence a mim,baby,Eu pertenço a você
Se você olhar dentro do meu coração
Você poderia ver o meu amor é tão verdadeiro 

Eu quero............
Se você......................correr
Quero te beijar na chuva
Dê um passeio pela estrada dos amantes
Quero te lamber cima e para baixo
Vou virar o mundo ao redor
Eu não me importo com o que as pessoas dizem
Vou encontrá-la de qualquer maneira
E eu vou encontrá-la

E eu vou encontrá-la

Aumente o volume e bora conferir essa delícia de música : Stanley Foort - Find You Anyway.




Maravilhosa canção. Nos encontramos no próximo post. Até lá,pessoal !!!.

E-Type

Bosse Martin Erik Eriksson (nascido em 27 de Agosto de 1965,em Uppsala,na Suécia),mais conhecido pelo seu nome artístico de E-Type,é um músico sueco de eurodance.
E-Type começou com o sucesso em 1994 com a colaboração com os produtores de Cheiron (Denniz PoP,Max Martin e Amadin) em seu álbum de estréia Made in Sweden

O single deste álbum,Set The World On Fire,alcançou o status de ouro na Suécia,#1 na parada de Dance sueca,#2 lugar nos charts de venda sueco e #4 em Israel. Eventualmente,outros singles foram lançados do álbum : Do You Always (Have To Be Alone),This Is The Way e Russian Lullaby (co-escrito por Jonas Berggren do Ace of Base).



O álbum foi lançado em Novembro de 1994. Mais de 100.000 cópias foram vendidas na Suécia e o álbum ficou nos charts por 26 semanas.
Durante 1996,E-Type e o produtor gastaram seu tempo trabalhando em um segundo álbum,The Explorer,que foi lançado na Suécia no dia 23 de outubro. O álbum vendeu mais de 20.000 cópias. Ele gravou a música Campione 2000 para Euro 2000.
Em 2001,E-Type lançou seu novo single Life em 12 de novembro. O lançamento do próximo álbum,intitulado Euro IV Ever,foi adiada até o final de 2001. Finalmente lançado em novembro,a maioria das faixas contém a voz de Nana Hedin como vocalista feminina. Uma festa de lançamento do álbum foi realizada no dia 25 de novembro.
Em 14 de maio de 2007,ele lançou um novo single,intitulado True BelieverHouve também um novo álbum em 2007,chamado Eurotopia,que contém o single True Believer.
A gravadora britânica All Around The World,lançou True Believer para o mercado do Reino Unido no final de 2008.
Em agosto de 2009,um único promo e um novo vídeo de Life foi lançado,com novas cenas de Nana Hedin misturados com o vídeo original de 2001.
Durante 2011,E-type lançou um EP. O primeiro single do EP foi Back 2 Life e foi lançado em janeiro de 2011. Back 2 Life foi escrito por E-type,Johan Shellback Schuster e Savan Kotecha.

Nana esteve nos vocais com E-Type por mais da metade de suas músicas. Muito do sucesso de E-type na década de 1990 foi construído sobre a dançarina Dilnarin "Dee" Demirbag.
Dee deixou a banda em 2001 para seguir carreira solo. No entanto,Dee voltou com E-type em dezembro de 2006 para um concerto na Rússia. Ela ainda está em turnê com a banda ocasionalmente. Ela também apareceu no vídeo da música de 2007,True Believer.
E-Type participou do Swedish Dance Music Awards,em Março de 1995. Ele ganhou três prêmios: Melhor Canção,Melhor Artista e Revelação. Em 1995,ele lançou seis singles na França. This Is The Way alcançou a posição 15 na Billboard Chart Clube nos Estados Unidos e na posição 6 no chart Club UK. Em 1999,E-Type foi nomeado para um Grammy sueco na categoria "Modern Dance",juntamente com o Dr. Bombay,Richi M e Black Moses.

                                                                                            Fonte : Wikipedia

Vamos conferir o som de E-Type. Começando com This Is The Way.




Confira esse som.




Confira a performance no Dance Machine,na França (apesar de Dilnarin estar dublando Nana Hedin). OBS : Ouvindo com atenção,percebe-se a real voz de Dilnarin,meio desafinada,já que o microfone está ligado.




Essa é Set The World On Fire.




Confira e relembre esse som.




Aqui,uma 2ª versão de vídeo para o single. Confira.




Essa é Life.




Confira o som.




Essa é Campione 2000.





Confira esse som bacana.




Confira a performance de E-Type na cerimônia de abertura da Euro 2000.




Essa é True Believer.




Confira esse super som.




Confira esse som no Bingolott,em 2007.




Essa é Here I Go Again.




Confira mais essa de E-Type.




Essa é Angels Crying.




Bora conferir.




Para finalizar,a ótima Russian Lullaby.



Muito bom. E esse foi mais um post sobre um dos grandes nomes da Eurodance 90's. Curtiram?. Espero que sim. Nos encontramos no próximo post. Até lá,pessoal !!!.

terça-feira, 26 de julho de 2011

B.G. The Prince Of Rap

Olá meus queridos. Tudo bem?. Chegando por aqui para mais um post bacana pra vocês. E hoje vamos falar de B.G. The Prince Of Rap. Vamos lá.

Produtores : Jam El Mar,Stefan Benz
Rappers : Bernard Greene (aka BG The Prince Of Rap),Marko Kranjcevic (aka Kut Master Kay)

Vocais : Paris Red,Joan Faulkner,Chi Chi Ordu,Sabine Schmidt e Janet Taylor.

B.G. The Prince Of Rap é um projeto de eurodance americano/alemão,que fez muito sucesso nos anos 90. Nascido em Washington DC,Bernard Greene se juntou ao exército após sua graduação e serviu na Alemanha (1985).

Ele começou a se interessar por rap e começou a atuar em competições de rap em Frankfurt.
Ele ganhou vários,que lhe deu seu nome artístico The Prince Of Rap. Seu primeiro single oficial,Rap To The World,fez sucesso em clubes alemães. Foi seguido por Give Me The Music e Take Control Of The Party. Um primeiro álbum oficial seguiu,Power Of The Rhythm,em 1991.

A história de sucesso começou realmente com a crescente popularidade do Eurodance. This Beat Is Hot e Can We Get Enough começou a ser lançado na América do Norte. The Colour Of My Dreams,com uma colaboração da cantora Paris Red,foi provavelmente o maior hit da época (1994).
Entre todos os seus lançamentos,vamos mencionar os sucessos,sendo eles : Can We Get Enough (posição 19 em Israel),The Colour Of My Dreams (posição 10 em Israel e um grande sucesso lá,mesmo nos dias de hoje nos clubes),Can't Love You,entre outros.
Em 2005,o projeto alemão Jet Set,fez um cover de The Colour Of My Dreams. No mesmo ano,BG foi trabalhar em um museu perto de Wiesbaden,na Alemanha,onde se mudou em Setembro de 2005.



Então,vamos conferir e relembrar os sucessos de B.G. The Prince Of Rap. Começando com Can We Get Enough.



Confira esse som,que o clipe foi filmado em 1993.



Essa é The Colour Of My Dreams.





Confira e relembre esse super clássico.




Confira esse som (e Round And Round) no Domingão do Faustão,em 1994.




Aqui,BG The Prince Of Rap junto com Janet Taylor,cantando The Colour Of My Dreams,na Alemanha em 2009. Confira.




Aqui,em sua passagem pelo Brasil,no Xuxa Hits.




Confira a outra versão do clipe do single The Colour Of My Dreams.




Essa é Take Control Of The Party.





Confira o vídeo dirigido por Matthew Cope.




Essa é Can't Love You.





Confira.




Confira essa performance.




Essa é This Beat Is Hot.





Confira o vídeo dirigido por Scott Kalvert.




Confira essa outra versão.




Essa é Stomp.





Confira esse vídeo,dirigido por Claudio Malasomma.




Para finalizar,vamos com essa que adoro : Rock A Bit. Aumente o volume e relembre.



E assim terminamos esse post,sobre um dos grandes nomes da Eurodance 90's. Curtiram?. Espero que sim. Nos encontramos no próximo post. Até lá,pessoal !!!.

sábado, 23 de julho de 2011

A-ha

Gente,o negócio é o seguinte,resolvi postar hoje uma banda que fez muito sucesso nos anos 80 e com certeza ainda tem uma legião de fãs no mundo inteiro. Então,já que o meu lema aqui é Recordar é Viver,vamos recordar a trajetória de sucessos da banda A-ha.

A-ha é uma banda norueguesa de synthpop formada pelo vocalista Morten Harket,o guitarrista Paul Waaktaar-Savoy e o tecladista Magne Furuholmen.
Após formarem o grupo em 1982,saíram da Noruega rumo a Londres com o objetivo de fazer uma carreira no mundo da música. A origem do nome a-ha surgiu após Mags ter lido este termo num caderno de anotações de músicas e outras composições de Paul. O "a-ha" vem da exclamação "aha!!",no sentido de surpresa ou algo novo. Mags sugeriu este nome para a banda,e Paul gostou da ideia,a medida que eles queriam um nome de fácil memorização e que mais se aproximasse do som da idioma norueguês.


Depois de pesquisarem dicionários em vários idiomas,o grupo descobriu que 'a-ha' era uma forma internacional de expressar reconhecimento,com conotações positivas. Era uma palavra fácil e pouco utilizada.
Suas canções de maior sucesso são Take On Me,The Sun Always Shines On Tv,Hunting High And Low,Stay On These Roads,You Are The One e Crying In The Rain.
Take on Me foi a primeira canção que Morten Harket ouviu Magne Furuholmen e Paul Waaktaar-Savoy tocarem,e nessa época ainda chamava-se Lesson One. Após várias regravações e dois lançamentos fracassados,Take on Me tornou-se um hit mundial em 1985.
O primeiro lançamento da canção em 1984 vendeu somente 400 cópias,mas após ter sido retrabalhada com o produtor Alan Tarney um ano depois,a canção vendeu 1,5 milhões de cópias no mundo todo em apenas um mês. Eventualmente estima-se que o single Take on Me vendeu entre 6 e 7 milhões de cópias no mundo afora. Chegou a ser número um na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e segunda colocada na parada musical da Grã-Bretanha. As vendas da canção nos Estados Unidos foram ajudadas pelo videoclipe exibido na MTV,que imitou as cenas climáticas do filme,Altered States,de Ken Russell. 
Em 1986,o videoclipe venceu em seis categorias no MTV Video Music Awards. Também em 1986,foi indicado para o American Music Awards como Melhor Vídeo do Ano.

O sucesso do A-ha nos Estados Unidos culminou com a indicação da banda para o Grammy de 1986 na categoria Revelação,que acabou sendo vencido pela cantora Sade.
The Sun Always Shines On Tv foi o último single da banda a figurar no Top 40 da revista da Billboard, e a partir deste dia a banda é frequentemente lembrada nos Estados Unidos entre o público geral devido o sucesso de Take on Me.
Do mesmo modo,a banda é freqüentemente (e incorretamente) considerada como uma "banda de uma canção só". Na Grã-Bretanha (e no resto do mundo),entretanto,a história foi bem diferente: The Sun Always Shines on TV fez um sucesso muito maior entre os fãs britânicos do que Take on Me,atingindo a primeira colocação nas paradas de sucesso.
O primeiro álbum Hunting High and Low,de 1985,contém Take on Me e The Sun Always Shines on Tv e foi um sucesso de vendas mundial.
Nos Estados Unidos,vendeu mais de 1,5 milhão de cópias e ganhou o Disco de Platina certificado pela RIAA. Até 2009,Hunting High and Low vendeu cerca de 10 milhões de cópias no mundo afora.
O próximo álbum do A-Ha foi Scoundrel Days em 1986. Este álbum traz uma sonoridade mais sombria,diferente do anterior.
Emplacam os hits Cry Wolf,I’ve Been Losing You,Manhattan Skyline e,apesar de não ter sido single nem ter recebido um clipe,a faixa-título se tornou um dos maiores clássicos do A-ha e é muito lembrada até hoje.
Mais turnês e grandes parcerias,como a trilha de 007 - Marcado para morte,em 1987.
O tema do filme,a música The Living Daylights foi um sucesso,chegando ao #5 lugar na Inglaterra,segundo a Official Charts Company.
Em 1988,vem Stay on These Roads,com o A-Ha ambicionando novos ares para a banda. É o terceiro álbum seguido da banda a ficar em #2 na Inglaterra. Trabalho que emplacou nada mais do que 5 hits: a própria faixa-título,The Blood That Moves The Body,Touchy!,a balada There’s A Never Forever Thing (que se tornou mais conhecida no Brasil) e a pop You Are The One.

Stay on These Roads é o início para o anúncio do disco que o A-Ha considerou como novo caminho: East Of The Sun West Of The Moon em 1990. Esse álbum ficou longe da popularidade dos anteriores,marcando o começo da pior fase da banda.
Esse álbum traz uma sonoridade diferente dos anteriores,dando mais destaque ao piano. Nessa fase o A-Ha coloca 198.000 pessoas no Maracanã em seu show no Rock in Rio II,em janeiro de 1991,entrando para o Guinness Book.
Em 1993,Memorial Beach chega influenciado pelas guitarras e não mais pela base do piano,que é considerado pelos fãs um trabalho totalmente destoante dos demais,recebendo muitas críticas e tendo pouca aceitação do público.

Na necessidade de buscar outros ares de inspiração e se afastar do assédio que nunca foi bem vindo por Mags,Morten e Paul,o A-Ha separou-se em 1994 e seus membros começaram a se focar em atividades solo,mas se reuniram no mesmo ano para tocar nas Olimpíadas de Inverno em Lillehammer,Noruega.
Esta apresentação incluiu a canção que eles compuseram para as Paraolimpíadas de Inverno,Shapes That Go Together.
Paul Waaktaar-Savoy lançou seis álbuns : Mary Is Coming (1996),Lackluster Me (1997),Mountains Of Time (1999),Reasons To Stay Indoors (2001),Savoy (2004) e Savoy Songbook Volume 1 (2007),com sua esposa Lauren Savoy na banda Savoy.

Morten Harket lançou até hoje 4 álbuns solo : Poetenes Evangelium em 1993,Wild Seed em 1995,Vogts Villa em 1996 e Letter From Egypt lançado em maio de 2008. Wild Seed vendeu aproximadamente 200.000 cópias na Noruega e 500.000 no geral.
É o projeto solo de maior sucesso entre os membros do A-ha até o momento,ganhando vários prêmios e Discos de Platina Dupla na Noruega.
Magne Furuholmen construiu uma reputação como escultor,pintor e compôs canções para filmes e para a televisão. Em 2004,ele lançou seu primeiro trabalho solo,Past Perfect Future Tense,acompanhado pelos membros da banda Coldplay,que são grandes fãs do A-ha.

Após uma muito bem-recebida apresentação no The Sun Always Shines on Tv e uma nova canção,Summer Moved On,no Nobel Peace Prize Concert em 1998 a banda voltou para o estúdio e gravou em 2000 o álbum Minor Earth Major Sky,o qual resultou em uma nova turnê,e um videocast da banda (com Briskeby) inaugurando o novo estádio Vallhall,em Oslo. "A-ha on the net" em 2001 direto de Valhall,em Oslo,Noruega, foi o quarto concerto televisionado pela Web mais assistido,com cerca de 3,6 milhões de acessos,500.000 deles com tempo médio de visita de 28 minutos.

Somente os eventos televisionados pela Web de U2,Madonna e Paul McCartney registraram mais acessos. As vendas deste álbum e do Lifelines, de 2002,mostraram que os fãs deles ainda estavam presentes,e que eles estavam abertos a atrair um novo público,especialmente na Europa Central e na Escandinávia,onde os álbuns venderam extremamente bem. Eles apareceram novamente no Nobel Peace Prize concert,em 2001. O videoclipe da banda para a canção I Wish I Cared foi o primeiro animado utilizando Flash e baseado na Web a ter sido feito.

Em 2001,a canção Velvet figurou na trilha sonora do filme One Night at McCool's. Quando o filme foi lançado em DVD,o videoclipe foi incluído como sendo um dos bônus especiais. Um álbum ao vivo (da turnê de 2002) com o título How Can I Sleep With Your Voice in My Head? foi lançado em março de 2003,precedido pelo single ao vivo de 1986 do clássico The Sun Always Shines on Tv. Em 2004,um livro intitulado The Swing Of Things foi publicado,também apresentando um CD com material demo.

Em 2004,a banda celebrou o seu vigésimo aniversário com o lançamento de uma nova coletânea de singles : The Singles: 1984-2004,trazendo a banda de volta ao Top 20 Britânico de Álbuns,no qual conquistaram a 13ª colocação. Durante sua carreira,a banda lançou oficialmente 36 singles,15 deste tornaram-se Top 10 na Grã-Bretanha e 15 singles foram primeiros colocados nas listas das rádios em todo o mundo. O novo álbum de singles inclui alguns dos pontos altos do A-ha nos últimos vinte anos.
Em 2 de julho de 2005,o A-ha apresentou-se no Live 8,em Berlim. Segundo a lenda musical e formador do Beach Boys,Brian Wilson,o A-ha fez uma apresentação em Berlin perante um público de aproximadamente 200.000 pessoas. Ele iniciaram o concerto com Hunting High and Low com a participação do público até o final. Take on Me deixou a multidão eufórica,entretanto,Morten Harket teve sérias dificuldades para escutar a si mesmo e pedir dois minutos de pausa,usados para comentar a causa do Live 8.
Os dois minutos de pausa se tornaram sete minutos e a terceira canção,Summer Moved On,tornou-se a última das quatro canções que deveriam ter sido tocadas. O tempo concedido ao A-ha tinha estourado e os organizadores disseram para eles deixarem o palco. Após a apresentação,Magne Furuholmen disse que eles tiveram certamente algumas dificuldades técnicas : "Isso é normal em um festival deste tamanho. No final,o público queria mais quando saímos do palco,logo,esperamos esperançosamente ter feito a nossa parte para o sucesso total do evento",comentou.

Em 12 de setembro,o A-ha voltou ao Estados Unidos (no Irving Plaza,na cidade de Nova Iorque) para o primeiro concerto da banda em solo norte-americano desde 1986. Uma pequena improvisação de Take On Me ocorreu em 11 de setembro na Times Square. Em 27 de agosto de 2005 a banda fez uma apresentação para 120.000 pessoas em Frognerparken em Oslo,a maior já realizada na Noruega.
Em 4 de novembro de 2005,lançaram seu novo álbum de estúdio,Analogue. Celice,o primeiro single,foi lançado em 4 de Outubro em todo o território europeu. Mais tarde no mesmo mês,seguiu-se uma turnê com apresentação em Bruxelas,França,Alemanha e Inglaterra. Quando o primeiro lançamento da canção Analogue seguiu-se na Inglaterra,em Janeiro de 2006,dando ao A-ha o seu primeiro Top Ten Inglês desde 1988. Mais datas foram adicionadas a turnê,incluindo uma apresentação no London's Shepherd's Bush em 2 de Fevereiro de 2006,um especial para a televisão na África e um festival no Chile. O terceiro single na Europa (segundo na Inglaterra) foi Cosy Prisons.


Em 2006 a banda regravou um cover de John Lennon,"#9 Dream",para a Anistia Internacional. Em 30 de Outubro receberam em Londres o prestigioso Q Inspiration Award,por sua longa contribuição para a música e por inspirar muitos dos seus jovens colegas nos negócios.
Durante o mês de agosto de 2007,a banda sugeriu uma provável mudança de direção,uma terceira fase,e que poderiam dar uma pausa de três anos,voltando apenas em 2010. Contudo,alguns shows ainda foram realizados com a inclusão de #9 Dream no Setlist. E felizmente houve uma mudança de planos,com novos shows em 2008 e os planos de gravação de um novo álbum,tendo inclusive lançado músicas inéditas em apresentações recentes.
Em Março de 2009,o A-ha retornou à América do Sul para dois shows no Brasil e um no Chile. A banda lançou no dia 24 de Abril um novo single,intitulado Foot Of The Mountain,o primeiro do novo álbum Foot of the Mountain,lançado em Junho de 2009. Com o grande sucesso de Foot of the Mountain,as faixas Shadowside e Nothing is Keeping You Here foram lançadas e tiveram boa aceitação entre os fãs.
Em um dos episódios das série animada da FX Family Guy Chris Griffin "entra" no mundo apresentado no clipe original de Take On Me,em aproximadamente 50 segundos de cena,e uma parte da música é apresentada. Esse é um dos números músicais mais famosos do programa juntamente com Surfing Bird do The Trashman,interpretado por Peter Griffin,e Everything I do (I do It For You) do Bryan Adams, interpretado por Stewie Griffin.
No dia 8 de outubro de 2009,os integrantes do A-ha anunciaram o fim definitivo da banda,no fim de 2010. Em nota oficial,Morten Harket,Magne Furuholmen e Paul Waaktaar-Savoy alegaram a vontade de perseguir outros objetivos,como trabalhos humanitários,política ou novos rumos no campo da música e das artes. Em março de 2010,o A-ha fez sua última turnê na América do Sul. A banda se apresentou em Buenos Aires,Santiago e mais sete cidades brasileiras.
O show em Fortaleza,realizado em 20 de março de 2010,foi o último em solo brasileiro. Na ocasião,os integrantes da banda fizeram questão de agradecer ao público do Brasil. Grande parte dos shows tiveram todos os seus ingressos vendidos.
Em maio,a banda prosseguiu sua turnê mundial com sete shows em quatro cidades norte-americanas. A passagem da banda pelos Estados Unidos da América teve grande repercussão na mídia local e os membros da banda foram muito requisitados para darem entrevistas às rádios locais.
Em junho e julho,eles fizeram alguns shows em festivais pequenos,passando pela Suíça,Áustria e Alemanha,além de fazerem seu primeiro e último show na Hungria.
Em agosto,eles tocaram em duas cidades japonesas,Tóquio e Osaka,no prestigiado Summer Sonic Festival. Depois,foram para a Noruega e fizeram seis shows,tocando para cerca de 110 mil pessoas.
Em outubro e novembro,eles fizeram shows nas principais arenas europeias,passando por Holanda,Bélgica,França,Espanha,Suíça,Alemanha,Ucrânia,Belarus,Letônia,Lituânia,Rússia e Reino Unido. Grande parte desses shows tiveram todos os ingressos vendidos.
Nos dias 30 de novembro e 2,3 e 4 de dezembro,o A-ha fez seus quatro últimos shows,no Oslo Spektrum. Todos os 39 mil ingressos foram vendidos.

                                                                                           Fonte : Wikipedia

Então,vamos aos grandes sucessos de A-ha. Começando com Crying In The Rain.



Confira esse belo som.



Esse é mais um grande clássico de A-ha : You Are The One.



Eu adoro. Confira e relembre.



Esse é um verdadeiro clássico : Take On Me.



Relembre esse mega sucesso.



Essa é a lindíssima Stay On These Roads.



Confira essa bela canção.



Essa é Cry Wolf.



Confira.



Essa é Touchy!.



Confira.



Essa é uma entrevista da banda para o Jornal da Globo,em 2009,na sua passagem pelo Brasil. Confira.



Essa é The Sun Always Shines On Tv.



Confira.



Essa é Hunting High And Low.



Confira.



Essa é de 2009 : Foot Of The Mountain.



Vamos encerrar com essa linda canção.



E assim termina esse post sobre o A-ha : Uma das maiores bandas dos anos 80. Nos encontramos no próximo post. Até lá,pessoal !!!.